Pra comer, beber e conversar

Arquivo para setembro, 2012

Continuando as comemorações

Como fazia muito tempo que não via uma querida amiga, no meu aniversário ela me convidou para jantar. O local, convenientemente escolhido, é na rua de trás do meu prédio e, acredito eu, é o restaurante de fondue mais conhecido de São Paulo: Era uma vez um chalezinho. Sempre tive curiosidade de conhecer, então, aceitei o convite na hora!

O lugar parece realmente um pedacinho da Suíça no Brasil (apesar de nunca ter estado na Suíça!). É fofo de um jeito, que quase não dá pra descrever. Normalmente é frequentado por casais de namorados apaixonados, mas nem ligamos para esse romantismo todo. Queríamos mesmo era colocar a fofoca em dia e comemorar meu niver.

Fachada do Chalezinho

A parte de dentro e seu romantismo!

De entrada, comemos uma burrata com pães suecos. Era gostosa, mas faltava um pouco de sabor, faltava tempero. Se compararmos com a espetacular burrata do Emiglia, que leva tomate picadinho e pesto de manjericão, a do Chalezinho…

A burrata do Chalezinho

Existe uma série de opções de fondue, mas escolhemos o tradicional. Como eu nunca tinha ido, queria saber como é o fondue que se come na Suíça. Se é que comem mesmo… não sei.

Todas as opções são acompanhadas por cestas de pães e você pode escolher mais uma série de outros acompanhamentos, pagando à parte. Escolhemos mini salsichas viena e estava muito bom! Adorei o fondue tradicional dos suíços.

O fondue que os suíços comem. Será?

Cesta de pães e salsichinhas

Como fui convidada para jantar, nada mais gentil do que levar um vinho (a rolha no Chalezinho custa R$60). E, segundo disse a amiga, eu não poderia ficar por baixo! Então levei um “vinhaço” de nosso acervo pessoal. Não tenho a mínima ideia se combina com fondue, mas quem estava ligando?

Vinhaço que a gente bebeu

Depois de tudo isso, não contentes, pedimos o fondue de chocolate, claro. Duas mulheres? Como não?

Também há algumas opções no cardápio e escolhemos o meio amargo. Ele vem acompanhado de frutas e biscoitinhos, waffer e todas essas coisas que engordam. Não tem como ficar ruim!

Fondue de chocolate meio amargo

Calorias. Muitas!

Pode parecer pouco. “Imagine, pãozinho com queijo não alimenta ninguém”. Mas se você fala e bebe vinho como eu e minha amiga, dá pra sair de lá bem satisfeito.

Valeu demais. Valeu pelo carinho, pela cia., pela comida “fofa”, pelo bate-papo, pelas ótimas lembranças que terei dessa noite e pela constatação de que verdadeiros amigos podem ficar bastante tempo sem se encontrar, mas o sentimento será grande mesmo assim.

Amei, amiga!

 

Anúncios