Pra comer, beber e conversar

Arquivo para junho, 2012

Dia dos Namorados

Post super atual, do nosso jantarzinho do Dia dos Namorados.

Realmente não estávamos afim de enfrentar trânsito e restaurantes lotados (e talvez até arrastões) para comemorar esta noite. Então, ficamos no melhor lugar do mundo, nossa casa. E o jantar estava bem bacana, inclusive porque aproveitei várias coisas que já estavam prontas na geladeira. Com um toque a mais, tudo parece novidade!

Noite especial merece bebida especial. Bebemos um champagne que estava na adega há algum tempo (acervo pessoal).

O champagne dos namorados

Para ir dando uma tapeada na fome, fiz um pratinho com grana padano e presunto cru, que foram comprados para a salada. Tão bom que eu passaria a noite inteira comendo só isso, acompanhado de um pãozinho francês.

Belisquinho de grana padano e presunto cru

Nossa salada foi de rúcula baby, que já estava na geladeira, com grana padano, presunto cru e figos grelhadinhos. Depois de arrumar os figos sobre a salada, coloquei uma colher de mel.

Além disso, como tinha arroz integral pronto na geladeira, resolvi fazer um bolinho de arroz diferente. Inspiração do Ritz, mas sem fritura! Apenas untei uma frigideira anti aderente com um fio de azeite e “chapeei” os bolinhos. Eles ficaram prontos antes do jantar, então, na hora de servir, coloquei alguns minutos no forninho elétrico e ficaram ótimos!

O molho da salada foi feito bem rapidinho na hora, mas sua base era limão siciliano, o que deu um toque todo especial.

A salada ficou ótima

Achei a salada tão bonita, que merece duas fotos!

Como prato principal a pedida mais certeira é massa, claro. O molho vermelho foi feito com frango dessa vez. Também tinha um refogado de frango desfiado já pronto na geladeira. Virou um ótimo molho para o penne integral. Para companhar bebemos um Malbec que também já estava aberto (porém, bem conservado) na geladeira. Uma tacinha pra cada um, só para acompanhar a massa mesmo.

Massa simples e muito gostosa

A sobremesa foi um caso a parte! Meio invenção minha, com inspiração no sagu do Coffe Lab, fiz uma taça de morango. Uma fatia bem fininha de bolo de chocolate comprado (desses de café da manhã), coberto com morangos cortados em cubos. O morango solta seu próprio liquidozinho, então nem umidifiquei o bolo. Sobre os morangos, coloquei um creme de baunilha que inventei na hora e confesso que não achei bom. Não ficou com a textura que eu esperava (mas acho que sei onde errei e volto para contar quando fizer de novo e certo). Fechando tudo isso, cobri com Nutella. Sim, Nutella! É sucesso na certa. O único toque pessoal na Nutella foi misturá-la com um pouco de creme de leite, pois suaviza o sabor e dá uma textura melhor para ser trabalhada.

Minha doce criação

Detalhe para a tão amada nutella

 

Acho que não é sempre necessário ter ingredientes super diferenciados em casa para fazermos algo gostoso. Sempre dá para aproveitarmos alguma coisa, dando apenas um toque especial. Não precisamos de ingredientes especiais, precisamos de boas ideias. Deus me ilumine sempre com elas!

Feliz Dia dos Namorados.

 

Anúncios